Ações da Sedetur repercutem na imprensa Argentina

Os ‘hermanos’ argentinos estão cada vez mais encantados pelas belezas de Alagoas. Eles já são o principal mercado emissor para o Estado, representando 60% dos turistas internacionais que desembarcam no Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, em Maceió, e esse índice tende a aumentar. A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) realizou, em parceria com o trade turístico alagoano, ações promocionais do Destino na Argentina que repercutiram em importantes veículos da imprensa local.

Sites argentinos como Infonegócios, La Rosas, Voy de Viaje e a Rádio Canal fizeram a cobertura das ações promocionais da Sedetur em Córdoba, segunda maior cidade argentina, que incluiu a capacitação de mais de 150 agentes de viagens que foram habilitados para vender o Destino Alagoas em mais de 60 agências.

As ações no país vizinho ocorrem também em decorrência aos voos que ligam a capital Maceió a destinos como Buenos Aires e Córdoba. Atualmente, o Estado conta com três conexões diretas, duas da companhia aérea Gol, semanalmente, e a partir da próxima semana mais uma operação desta rota será feita pela Andes, companhia aérea argentina, e operará nos meses de abril, maio e junho.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito, conta que as ações irão impulsionar os bons resultados da atividade turística em Alagoas mesmo durante a baixa temporada.

“A vinda de estrangeiros é importante para a cadeia produtiva do turismo no Estado, principalmente em períodos considerados de baixa procura, como abril e maio. Atrair esse público significa abrir novos mercados, gerar mais movimentação para nossa economia e acabar com a sazonalidade. Por isso, estamos focados nas capacitações que acontecerão ao longo do ano, estimulando que os argentinos sejam apresentados a Alagoas quando procurarem um agente de viagens, e que venham para cá. A repercussão de nossas ações na imprensa argentina só demonstra que o trabalho está surtindo efeito e que estamos colhendo bons frutos”, explica o secretário Rafael Brito.

Ascom – 22/03/2018