BBB toma caminho sem volta e cobra de Boninho uma única solução

A quatro dias da grande final, o BBB 2019 sairá de cena com minguados 21 pontos de média geral na Grande São Paulo, a pior marca entre todas as temporadas.

Apesar de setores da produção atribuírem a má fase ao desempenho da novela das 21h, responsável por guiar os rumos do prime time da Globo, a bem da verdade, “O Sétimo Guardião” não pode ser responsabilizada sozinha, pelo contrário. A edição fez por merecer a plateia vazia, diz o Terra.

Boninho e equipe conseguiram a proeza de selecionar 17 participantes sem qualquer carisma para essa temporada. O BBB 2019 ficará marcado pelo acachapante diagnóstico de não ter sequer 1 brother merecedor do prêmio de R$ 1,5 milhão. Pelo justo, passados os quase 3 meses no ar, a bolada deveria ser entregue a Tiago Leifert, o melhor jogador em campo – para o bem e para o mal.

E fica a questão: se a seleção reúne os melhores – devemos pensar dessa forma, certo? –, imaginem os que ficaram de fora do crivo… Ou o todo-poderoso diretor e seu staff sacodem o programa para a temporada do ano que vem, a vigésima (por que não uma edição só com ex-BBBs?), ou a Globo, tão logo, terá que assumir o desgaste de um dos seus mais rentáveis e badalados produtos.

08/04/2019