Sesau promove neste sábado (21) testagem itinerante de HIV em Maceió

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), por meio do Programa de Combate às Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), Aids e Hepatites Virais, promove neste sábado (21), das 10h às 21h, no Shopping Pátio Maceió, o Projeto Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) Itinerante. Por meio dele, a população terá acesso a ações de prevenção e diagnóstico, com testes rápidos de sífilis, hepatite e HIV.

De acordo com Sandra Gomes, coordenadora do Programa de Combate às ISTs/Aids e Hepatites Virais da Sesau, a testagem rápida é feita com apenas uma gota de sangue, através de punção digital, da mesma forma que é feito o teste de glicemia para diabéticos. O resultado é liberado após 30 minutos da execução do teste.

“É importante lembrar que o teste rápido de HIV, sífilis e hepatite, tem resultado com 99,99% de acerto. Os testes rápidos para sífilis, hepatite B e C são de triagem, e em resultados positivos são necessários exames laboratoriais confirmatórios. Enquanto que o teste de HIV é um teste diagnóstico e, em resultados positivos, a pessoa é imediatamente encaminhada ao tratamento e aos exames complementares para detecção de carga viral, dentre outros”, destacou Sandra Gomes.

O Brasil, que é signatário da meta 90-90-90, da Organização Mundial de Saúde (OMS), pactuou que até 2020, 90% das pessoas portadoras de HIV devem ter conhecimento da sua situação sorológica. Ela também prevê que 90% das pessoas vivendo com HIV/Aids devem ter acesso à atendimento especializado e 90% destas devem manter sua carga viral indetectável.

Com o alcance das metas, conforme Sandra Gomes, é possível controlar a epidemia do HIV, já que a carga viral sustentadamente indetectável, é garantia de ausência de transmissão do vírus, que é por via sexual ou vertical (da mãe para seu filho). “Ampliar a capacidade de testagem é o primeiro passo em busca da meta 90-90-90”, garantiu.

Se o resultado for positivo

Após receber o resultado positivo, o encaminhamento ao tratamento é imediato e a adesão ao mesmo é fundamental para uma adequada qualidade de vida. É imprescindível o uso contínuo do preservativo para se evitar reinfecção e transmissão do vírus para outras pessoas.

Segundo a Sandra Gomes, pessoas que tiveram algum comportamento de risco nos 30 dias que antecederam o teste e resultado negativo, devem repeti-lo após 1 mês. Com isso, ele irá se certificar do resultado, pois, em alguns casos, pode haver um resultado falso negativo (a janela imunológica é de 30 dias para o teste de HIV). A ação também acontecerá no sábado (28), das 15h às 21h, no Supermercado Super Giro, no bairro Prado, em Maceió.

Ascom – 20/04/2018

(Visited 11 times, 1 visits today)